segunda-feira, 30 de julho de 2012

Estréia de Alvuras

Vamos lá, está chegando o dia da estréia de ALVURAS, reserve o seu ingresso pelo e-mail (grupoxdeimprovisacao@gmail.com). Estamos disponibilizando, para as reservas, 10 ingressos por sessão para atender com maior conforto. 

Escolha entre os dias 9, 10, 11 e 12 de Agosto, e  sessão 17h ou 19h. O espetáculo atende ao público de 20 pessoas por sessão. Por isso é muito importante que faça a sua reserva!!!

Os ingressos custam R$ 2,00 e as reservas deverão ser retiradas até meia hora antes das apresentações.

*Pedimos também que de preferencia usem roupas brancas durante o espetáculo.

E não deixem de acompanhar o nosso blog!!

quinta-feira, 26 de julho de 2012



Último dia da Oficina Corpo Sonoro 27/07/12


No último dia da Oficina Corpo Sonoro, além dos participantes inscritos, recebemos um grupo de 20 pessoas cegas. Uma parceria com a Associação Baiana de Cegos, onde acontece semanalmente os encontros com a turma do ACC - Acessibilidade em Trânsito Poético - como parte da pesquisa de mestrado de Ana Clara Oliveira que fará a audiodescrição de imagens do espetáculo Alvuras, no dia 10-07.


___________________________________________________________________





Oficina Corpo Sonoro 25/07/12



Neste mundo existem dois mundos,     

Foto: Viviane Fontoura
                  Existe  o tempo mecânico e o tempo corporal,



                
                  

Foto: Viviane Fontoura




Muitos não acreditam que o tempo mecânico exista

Foto: Viviane Fontoura



No lugar deles ouvem as batidas do coração
Eles sentem os ritmos de seus humores e desejos
                    
Foto Viviane Fontoura
Por outro lado, há aqueles que pensam que seus corpos      não existem


Foto: Viviane Fontoura
Onde os dois tempos se separam, a satisfação

Foto: Viviane Fonotura

E um mundo em que cada palavra dita



Foto: Viviane Fontoura

Cada toque não tem passado                                             
                                                                                                     nem futuro,


Foto: Viviane Fontoura









cada beijo é um beijo de imediação


Alvuras
 -RUMOS DA PESQUISA


Após a oficina foram realizadas definição de roteiro de cenas para o espetáculo baseada nas  possibilidades das intervenções e leituras interpretativas do público entendendo que é um espectador emancipado e na questão passado-presente-futuro, estruturando assim plantas e os caminhos percorridos por todos os envolvidos durante a execução do espetáculo. 


Foto: Viviane Fontoura

segunda-feira, 23 de julho de 2012


           PREN-TE 1 MINUT…         
                                                                 
Foto: Viviane Fontoura

 
Pren-te 1 minut..
                                   De Autoestima
                        De DaNci

 Pren-te 1 minut  
                                                        De Entusiasme                                            

                                                                                            

Oficina Corpo Sonoro 23/07/12
Foto: Viviane Fontoura
       
 Pren-te 1 minut..


                       De Determinació
                                                      DeNoRes
                       Pren-te 1 minut..

                                            De

                                                                                                              De Evoculión…

Oficina Corpo Sonoro 23/07/12
Foto: Viviane Fontoura




















Pren-te 1 minut de Nirvana de volta a casa" (TMB) - este poema foi capturado no metro em barcelona, não consegui o nome do autor, mas tem de onde foi enviado. Enviado por  em 07/12/2011

domingo, 22 de julho de 2012

Alvuras -RUMOS DA PESQUISA


E o corpo dançarolando coisas corriqueiras – a dança se dar a ver.


Foto: Viviane Fontoura


Foto: Viviane Fontoura
Da coleção de informação que constitui o corpo desde o momento em que foi formado várias histórias foram engendradas. Histórias que são geradas nos processos coevoutivos onde o corpo, o ambiente e a comunicação encontram-se intrinsicamente interrelacionados . Historias que podem ser contadas, inventadas, escritas e reescritas continuamente, e, também... , cantadas, cantaroladas. Exigem do corpo organizações imediatas atentivas. Cantar e realizar gestos contando acontecimentos corriqueiros do dia a dia é uma tarefa desafiadora, somos levados a pensar o que falar, cantar e gesticular ao mesmo tempo. Assim cantamos, dançamos, gesticulamos , espetacularizamos o nosso dia corriqueiro colorindo-o com  as sonoridades que emanam do corpo, assim dançamos.   
Oficina Corpo Sonoro 20/07/12
Foto: Viviane Fontoura

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Alvuras -RUMOS DA PESQUISA


Oficina Corpo Sonoro 18/07/12


Oficina Corpo Sonoro 18/07/12
Foto: Viviane Fontoura
Oficina Corpo Sonoro 18/07/12
Foto: Viviane Fontoura
Oficina Corpo Sonoro 18/07/12
Foto: Viviane Fontoura
 Olha para os espaços não convencionais para construir danças, assim, transita nos espaços da Baluart7e do ponto de vista tanto da sua construtibilidade, quanto das relações espaços temporais que os constituem. Espaço, tempo, corpo, música e comunicação estão aqui intrinsicamente relacionados e coadunam ideias que convergem se afastam, se aproximam, se hibridizam e se atualizam, para expor, através dos diversos signos certos comportamentos sociais que atravessaram o tempo e que ainda ecoam no mundo atual.  . Assim, passeamos com humor através das contradições, encantos e desencantos que se imbricaram preenchendo os espaços do casarão da Baluart7e de lembranças, memórias, humores, poesias e divertimentos.


Oficina Corpo Sonoro 18/07/12
Foto: Viviane Fontoura


A oficina realizada nas escadarias do Baluar7e foi marcada pela presença de profissionais da área de música e dança.

Participantes: Neila Alcântara, Cida Martinez, Taís Lopes, Ísis Carla, João Matos e Leda Bazzo.


Foto: Viviane Fontoura





        

                                            
      
Após a oficina foram realizadas pesquisas                                                                    cena para Alvuras baseada na questão passado-presente-futuro pela Coreógrafa/intérprete Fafá Daltro, Cantora/Intérprete: Andrea Daltro e Músico/Compositor/intérprete: Ricardo Bordini










Alvuras
 -RUMOS DA PESQUISA 
11/07/12
Pesquisa de construção de cena "A mulher da vitrine" e pesquisa de figurino realizada  pela Coreógrafa/intérprete Fafá Daltro e Assistente coreográfica Viviane Fontoura na Escola de Dança da UFBA.


Foto: Viviane Fontoura
A partir dos questionamentos gerados nas pesquisas fomos dando continuidade procurando construir essa mulher do séc. XXI percebendo como o corpo reverbera os rastros do passado,ainda que não mais  com a carga do contexto social da época. 
Foto:Viviane Fontoura
Acompanhamos uma era em que as mudanças começaram a ser muito mais aceleradas, e a consciência ambiental passou a ser um estilo de vida. Dessa forma as pessoas passaram a criar peças com seu próprio estilo,devido a uma busca por uma identidade própria,utilizando-se de materiais alternativos e apontando assim para o desenvolvimento sustentável.
 Segundo os estilistas a moda atual é baseada na maioria das vezes na releitura do passado e transformada.O corpo com uma valorização diferente que as roupas trouxeram na busca da sensualidade e perfeição.
" A mulher da vitrine" dessa forma vem expor de forma poética esse trânsito passado-presente.


 Alvuras -RUMOS DA PESQUISA 


06/07/12- Pesquisa de construção cena e manipulação de objetos/figurino realizada  pela Coreógrafa/intérprete Fafá Daltro e Assistente coreográfica Viviane Fontoura na Escola de Dança da UFBA.

Foto:Viviane Fontoura


A importância dada a ascensão social era caracterizada pelas extravagancias na forma de se vestir e o valor dado a quantidade , volume  e exclusividade dos acessórios luxuosos.


Dando seguimento a pesquisa,experimentamos o uso de diversos acessórios para a construção de cênica de um corpo que altera a sua configuração a partir do uso exagerado dos acessórios.

Foto:Viviane Fontoura


E dessa forma perceber que rastros desse comportamento carregamos no séc XXI.
E diversas reflexões vão surgindo como: o dinheiro ainda faz diferença na forma de se vestir e nos  trejeitos?onde está a extravagancia? é fácil identificar rastros do passado ou hoje a moda se configura de uma forma totalmente distinta?

domingo, 8 de julho de 2012

Oficinas gratuitas em Julho (poucas vagas)


Dando continuidade às ações do projeto ALVURAS, nos dias de 2ª, 4ª e 6ª, das 14h às 15:30, de 16 a 27 de Julho na Baluart7e Casa de Artes (Ladeira do Baluarte, nº 7, Santo Antonio além do Carmo-Salvador), estaremos realizando a OFICINA CORPO SONORO com a cantora Andrea Daltro, o músico Ricardo Bordini e a coreógrafa Fafá Daltro.  Através de experiências com o som busca estabelecer relações com o movimento que irão fomentar a pesquisa de Alvuras. Olha para os espaços não convencionais para construir danças, assim, transita nos espaços da Baluart7e do ponto de vista tanto da sua construtibilidade, quanto das relações espaços temporais que os constituem. Espaço, tempo, corpo, música e comunicação estão aqui intrinsicamente relacionados e coadunam ideias que convergem se afastam, se aproximam, se hibridizam e se atualizam, para expor, através dos diversos signos certos comportamentos sociais que atravessaram o tempo e que ainda ecoam no mundo atual.  . Assim, passeamos com humor através das contradições, encantos e desencantos que se imbricaram preenchendo os espaços do casarão da Baluart7e de lembranças, memórias, humores, poesias e divertimentos.

GRATUITA, a Oficina Corpo Sonoro busca um público participante que será colaborador nessa investigação e troca de informações.

São poucas vagas, por isso garanta logo sua vaga, mandando email para grupoxdeimprovisacao@gmail.com

quinta-feira, 5 de julho de 2012


Alvuras -RUMOS DA PESQUISA 
29/06/12

Pesquisa e confecção de saia para o espetáculo  realizada  pela Coreógrafa/intérprete Fafá Daltro e Assistente coreográfica Viviane Fontoura na Escola de Dança da UFBA.


Materiais: Sacolas plásticas e bexigas bracas

Foto: Viviane Fontoura




Confeccção de uma rede de sacolas amarradas aleatóriamente 






Foto: Viviane Fontoura


e posteriormente organizada no formato de uma grande saia inspirada nas damas do séc. XIX , além da criação de acessórios de cabeça inspirada nas perucas e chapéus extravagantes da época.

                         


Foto:Fátima Daltro
Edição: Viviane Fontoura
Em Alvuras o corpo se constitui alocado a uma experiência anatômica que antecede seu espaço-tempo e expõe rastros do passado através de uma leitura crítica na atualidade. Ao impor ao corpo o uso de figurinos inspirados no séc. XIX permite-se então analisar de que forma o corpo com todo o seu contexto atual reage e se percebe familiarizado com os trajes de época. Época em que se vestiam segundo a classe social, fortuna, razões políticas e religiosas. As mulheres com saias de aros enormes, cheia de babados e anáguas, além de espartilhos que impedem a execução movimentos básicos como se abaixar ,sentar e até respirar direito, demonstrando que as damas de classe não precisavam fazer esforços, pois possuíam criadas.


Alvuras -RUMOS DA PESQUISA 
26/06/12
 Visita ao Baluart7 realizada  pela Coreógrafa/intérprete Fafá Daltro, Assistente coreográfica Viviane Fontoura e o Cenógrafo/Figurinista Rino Carvalho  no estudo do espaço para a construção e adaptação do figurino,cenário e coreografia.


Foto: Viviane Fontoura



Alvuras -RUMOS DA PESQUISA 


20/06/12
Pesquisa de sonoridades dos pratos realizada pela Coreógrafa/intérprete Fafá Daltro e Assistente coreográfica Viviane Fontoura na Escola de Dança da UFBA.




Foto:Viviane Fontoura














                Indícios 


                     de 


                 organização, 


                 empilhamento 
Foto: Viviane Fontoura


                 de pratos

  












        e  sua                desestruturação


 barulhenta             que     provoca    o


 caos
         e     
             uma    
                       certa   
                                 organização
                                                 ritmada.       



Alvuras -RUMOS DA PESQUISA 


13/06
Pesquisa para montagem do cenário realizada pela Coreógrafa/intérprete Fafá Daltro e Assistente coreográfica Viviane Fontoura na Escola de Dança da UFBA.

Foto: Viviane Fontoura


Distribuimos      aleatoriamente cartões        com imagens diversas    
e       outros em

 branco pelo      chão 
           da sala até 
formamos uma     composição      com 
             certo

                   padrão.






Posteriomente experimentamos compor em diversos espaços possíveis
 da sala. ex. Piano

 
Foto: Viviane Fontoura
   Alvuras -RUMOS DA PESQUISA 


18/05/12
Oficina realizada pelo Grupo X de Improvisação na Escola de Dança da Ufba, junto aos participantes do Grupo de Pesquisa Poética da Diferença e visitantes.


Foto: Viviane Fontoura

                                                                                      


Foto: Viviane Fontoura










Investigações com foco no espaço do corpo do outro que está em mim e cria um novo espaço no meu corpo e no espaço físico cênico.


Foto: Viviane Fontoura
                       Depois foram realizadas pesquisas individuais com um elemento da pesquisa a “ Peruca” loira. Acessório que já foi bastante usado entre homens e mulheres como sinônimo de elegância e prestígio, e que inicialmente foram criadas com crina de cavalo e de bode. 



     Alvuras -RUMOS DA PESQUISA

 O Corpete 

16/05/12
Investigação realizada pela Coreógrafa/intérprete Fafá Daltro e Assistente coreográfica Viviane Fontoura 

Foto: Viviane Fontoura
Foto: Viviane Fontoura
       O Corpete é uma peça do guarda- roupas femino usada para afinar a cintura seja no séc. XIII ou nos dias atuais. A partir da confecção de um corpete feito com papelão rígido, pode-se perceber a dificuldade de executar movimentos, principalmente quando necessário uma mudança para o nível baixo,como abaixar e sentar ,e uma facilidade para a realização de giros e uso dos membros inferiores e superiores mantendo o troco sempre como um grande bloco.Além de trazer uma grande sensação de rigidez no corpo e impedimento.


      Confecção de Corpete: Viviane Fontoura